Terça-feira, 3 de Junho de 2008

Pagina 15


Ilusionismo

 

Adivinhar um número escolhido por um espectador

Efeito: Convidamos um espectador a vir ao palco.
Pedimos-lhe que pense num número e o escreva, sem que ninguém veja, numa pedra escolar (ardósia). Dizemos-lhe que a pouse sobre a mesa, com a face onde está escrito o número virada para baixo.
Entregamos-lhe um bloco de papel e pedimos-lhe para fazer as seguintes operações aritméticas:
1º Multiplicar o número que escreveu por 5;
2º Juntar 6 ao resultado;
3º Multiplicar por 4 o total obtido;
4º A este ultimo produto juntar 9;
5º Multiplicar este novo total por 5;

Feito isto pedimos para nos dar apenas o último resultado.
Imediatamente nós dizemos o número que está escrito na ardósia. Esta é mostrada ao publico, que confirma a exactidão do facto.
Explicação:
Seja qual for o número escolhido, uma vez efectuadas as operações anteriormente referidas, o resultado final é sempre um número terminado por 65. Pondo de parte este 65, ficamos com um outro número ao qual basta tirar uma unidade para obtermos o número escolhido pelo espectador.
Assim, suponhamos que o espectador escolheu o número 38.
Façamos as operações aritméticas:
1º 38x5=190
2º 190 +6 =196
3º 196 x 4=784
4º 784 + 9 =793
5º 793 x 5 = 3965
Uma vez conhecedores deste resultado, excluímos o número 65 e ficamos com 39.
Por fim:
39-1 =38 que é o número que foi escrito na ardósia.

Adivinhação do mês de nascimento e da idade de um espectador

Efeito: Pedimos a um espectador que escreva o número de ordem do mês em que nasceu e faça, a seguir, com esse número, as seguintes operações aritméticas:

1º Multiplique por 2;
2º Adicione 5;
3º multiplique por 50;
4º Adicione a sua idade;
5º Subtraia 360;
6º Adicione 110;

Feito isto pedimos que nos dê o resultado final.
Imediatamente dizemos o mês do nascimento e a idade actual do espectador!
Explicação: A idade é fornecida pelos dois algarismos da direita do resultado final e o mês pelos algarismos que ficam à esquerda.
Exemplo:
Suponhamos que a pessoa tem 54 anos de idade e nasceu em Fevereiro.
Assim:

Numero de ordem do mês = 2

2 x 2 = 4
4 +5 = 9
9 x 50 = 450
450 + 54 = 504
504 - 360 = 144
144 + 110 = 254

Resultado final que nos é fornecido pelo espectador:

2 54

Logo o espectador tem 54 anos e nasceu em Fevereiro.

 

Sugestões de férias
Bragança

O concelho de Bragança é atractivo pela riqueza das suas tradições e do seu artesanato. Assim, ao longo do ano o visitante pode contar com festas muito animadas.
O visitante não poderá partir sem degustar as delícias gastronómicas típicas da região, representadas nos diversos restaurantes locais.
O concelho de Bragança, repleto de história e de património, merece, por todas as suas características e potencialidades, uma visita mais atenta que permita descobrir as verdadeiras riquezas desta região tipicamente transmontana. Vale a pena visitar toda a províncias de Trás os Montes e Alto Douro, um “mundo” a redescobrir.

 

Poesia
António Aleixo


Continuação do número anterior


As suas quadras (populares)

 

Quando os homens se convençam
que a força nada faz,
serão felizes os que pensam
num mundo de amor e paz.

 

Porque será que nós temos
na frente, aos montes, aos molhos,
tantas coisas que não vemos
nem mesmo perto dos olhos?

 

Quantas sedas aí vão,
quantos colarinhos,
são pedacinhos de pão
roubados aos pobrezinhos!

 

Quem nada tem, nada come;
e ao pé de quem tem de comer,
se alguém disser que tem fome,
comete um crime, sem querer

 

Falemos sinceramente,
Como p'ra nós mesmos, a sós;
Lá longe de toda a gente,
Do mundo, e até de nós

 

Após um dia tristonho
de mágoas e agonias
vem outro alegre e risonho:
são assim todos os dias

 

Embora os meus olhos sejam
Os mais pequenos do mundo,
O que importa é que eles sejam
O que os Homens são no fundo.

 

Julgam-me mui sabedor
E é tão grande o meu saber
Que desconheço o valor
Das quadras que sei fazer!

 

Quando não tenhas à mão
outro livro mais distinto,
lê estes versos que são
filhos da mágoa que sinto.

 

Queremos ver sempre à distância
o que não está descoberto,
Sem ligarmos importância
ao que está à vista e perto.

 

Tem a música o poder
de tornar o homem feliz;
nem há quem saiba dizer
tanto quanto ela nos diz.

 

Gosto do preto no branco,
como costumam dizer:
antes perder por ser franco
que ganhar por não ser. 
 

publicado por promover e dignificar às 10:40

link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. A HEPATITE “A” E OS MAUS ...

. TÓPICOS A OBSERVAR NA ORI...

. TÓPICOS A OBSERVAR NA ORI...

. TÓPICOS A OBSERVAR NA ORI...

. TÓPICOS A OBSERVAR NA ORI...

. APPDH – Para que servimos...

. TÓPICOS A OBSERVAR NA ORI...

. O DIFÍCIL E COMPLICADO PR...

. Inserção Humana – PROJECT...

. COMUNICADO AOS ASSOCIADOS

.arquivos

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Janeiro 2011

. Abril 2010

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Setembro 2008

. Junho 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

blogs SAPO

.subscrever feeds